09-03-08 - Guru Espiritual "Mais Perigosa" do Mundo: Oprah começa, online, classe Nova Era PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
Oprah WinfreyPor John Jalsevac

     (LifeSiteNews.com) – Na passada Segunda-feira Oprah Winfrey, considerada por muitos a mulher mais influente do mundo, começou um curso online com a duração de dez semanas sobre o livro best-seller, "A New Earth," (Uma Nova Terra), escrito pelo guru da Nova Era, Eckhart Tolle. "Uma Nova terra" já vendeu uns 3,5 milhões de cópias em todo o mundo, graças grandemente à publicidade feita por Oprah. Segundo Oprah, 500,000 pessoas de todo o mundo inscreveram-se no primeiro segmento do curso online, para passarem uma hora e meia a escutar Ekhart e Oprah a falar sobre o capítulo 1 do livro, e a receber chamadas dos participantes.

     Nos anos recentes Oprah tem estado a convidar um número cada vez maior de representantes da espiritualidade Nova Era nos seus programas de entrevistas, incluindo figuras como Marianne Williamson, Barbara DeAngelis, LaVar Burton, Richard Carlson, Betty Eadie, e muitas outras. Oprah tem endossado muitas das suas obras, e tem incluído algumas delas na lista do seu "Book Club" (Clube do Livro).

     Desde o início deste ano Oprah tem oferecido classes diárias na sua estação de rádio XM sobre o livro "A Course in Miracles" (Um Curso em Milagres). "Um Curso em Milagres", (ou ACIM em abreviatura) foi escrito por uma outra grande activista do movimento Nova Era,  Helen Schucman, que reclama que o livro foi-lhe ditado por uma voz interior, que ela identifica com Jesus Cristo. Nesse curso, o ouvinte é ensinado que não há pecado, é-lhe dito para não cometer o “erro” de “se apegar à velha rude cruz,” e ao nome de “Jesus Cristo como tal, a não ser como símbolo.”

     Oprah, que se rotula de “Cristã”, foi recentemente nomeada “a mulher mais perigosa do mundo” por Bill Keller, considerado por alguns como o principal evangelista do mundo na Internet. Ele acusou Oprah de vender uma espécie de “crack espiritual”. Keller tem estado a avisar os subscritores do seu Devocional Diário existente há anos sobre Oprah e como ela usa o seu programa de TV para promover toda a filosofia da Nova Era no mundo, incluindo o popular livro indómito e DVD do ano passado, “The Secret” (O Segredo), que ensina os leitores ou espectadores a simplesmente desenvolverem um desejo suficientemente forte para poderem obter riqueza, saúde e felicidade, que o conseguirão.

     Contudo, raramente Oprah tem revelado maior entusiasmo por um guru da Nova Era como pelo chamado Eckhart Tolle, que toma o seu primeiro nome do bem conhecido místico Católico do Séc. XIII, da Renânia, Meister Eckhart. Tolle é autor de vários livros, incluindo "The Power of Now," (O Poder do Agora) e, mais recentemente, "A New Earth" (Uma Nova Terra).

     À semelhança de muitos outros sistemas da Nova Era, a “espiritualidade” de Eckhart é uma vaga mescla etérea de teorias e ideias espirituais, colhidas de todas as maiores religiões do mundo. Eckhart promete o alcance de “paz interior” e um elevado estado de consciência ao utilizar-se métodos de meditação que mergulham no “agora”. Ele também diz que a humanidade está num momento de crise em que a raça tem de alcançar o próximo estágio da sua evolução alcançando uma “consciência mais elevada”, ou destruir-se-á juntamente com o planeta.

     O título do seu livro mais recente, Uma Nova Terra, é tomado do Capítulo 21 do Livro do Apocalipse, em que o visionário Bíblico diz que viu “um novo céu e uma nova terra.” Através do seu livro mais recente Eckhart espalha citações das Escrituras, e frequentemente fala de Cristo e das Escrituras nas suas conversas.

     O âmago do ensino de Eckhart é um relativismo religioso, em que ele evita toda a doutrina rígida ou clamores exclusivos para a verdade como sendo perigosos e manifestações de “consciência egoiic”. “No momento em que dizes ‘apenas a minha crença’ ou ‘a nossa crença é verdadeira, e tu negas as crenças de outras pessoas, então tens adoptado uma ideologia,” disse Eckhart aos participantes da classe online de Segunda-feira. “E então a religião torna-se numa porta fechada.”

     Eckhart explica a consciência e os sentimentos de culpa como mera consequência de anos de condicionamento. Ele disse a uma visitante, que confessou sentir-se culpada quando decide não ir à igreja ao Domingo, que ela deve reconhecer que “a voz” que lhe diz para ela ir à igreja é simplesmente o resultado do condicionamento social.

     Uma espectadora do programa disse a Oprah que era Católica, e que estava a ter problemas em ver como é que os ensinos de Eckhart se podiam reconciliar com o seu Catolicismo. Oprah respondeu dizendo que ela tinha de simplesmente tomar consciência de que o Cristianismo não é senão um dos muitos caminhos para se alcançar a “consciência mais elevada,” e que a crença de que alguém tem de seguir um conjunto de doutrinas é uma consequência da “consciência egoiic.” Apesar do Cristianismo ser um caminho válido para se alcançar estados elevados de espiritualidade, não deve ser considerado o único caminho, ou um “caminho correcto.”

     “Jesus,” disse Oprah, “veio mostrar-nos a consciência de Cristo ... Jesus veio mostrar-nos o caminho do coração ... Jesus veio dizer, ‘Olha, eu vou viver no corpo, no corpo humano, e vou mostrar-te como se faz.’ Estes são alguns princípios e algumas leis que podes usar para viver conhecendo o caminho.”

     Ela concluiu, “Não creio que Jesus veio começar o Cristianismo.”

     “O que Jesus disse é muito mais profundo do que o que tu e a igreja interpretam. Há profundidade naquilo. E reflecte a tua própria profundidade quando o lês. Portanto não há nenhum conflito entre este ensino, que é puramente espiritual, e qualquer religião.”

     Oprah também indicou que há muitos nomes que uma pessoa pode dar ao que chama “Deus”, incluindo “energia”, “consciência” e “vida.”

     Oprah também contrastou o que ela chamou de “velha” espiritualidade versus a “nova” espiritualidade, como adoptada por Eckhart. “O velho caminho é a hierarquia que detém a autoridade. As autoridades da igreja dizem-te como adorar na igreja e como te deves comportar fora da igreja. A nova espiritualidade é que tu és a tua própria melhor autoridade. Quando te esforças por conhecer e te amas a ti mesmo, tu descobres como viver uma vida mais espiritual.”

     A despeito de Oprah e de Eckhart reduzirem o Cristianismo a apenas um “caminho” entre muitos outros caminhos igualmente legítimos para Deus, e de chamarem a Cristo de um “revolucionário” que foi incompreendido pela Igreja, e que simplesmente veio manifestar a “Consciência de Cristo,” uma rápida pesquisa na Internet revela que muitos Cristãos estão a seguir Oprah na tentativa de fundir os ensinos de Eckhart, e as doutrinas da histórica igreja cristã.

     Uma visitante deixou uma mensagem no website de Oprah dizendo o seguinte, “Estou a substituir amedrontada a minha religião, que amo.” “Acabei de começar a ler o livro,” escreveu ela, “E gosto muito da ideia do livro mas suponho que a questão que me martela a cabeça é se isto irá substituir a minha religião. Como é que os dois coexistem? Poderá alguém ajudar a acalmar a minha mente dizendo-me que eu não estou a voltar as costas ao Senhor?”

     Muitos dos que responderam confessaram que eles também tinham semelhantes temores acerca do livro, mas “após reflexão” aprenderam que Tolle extrai as ideias de numerosas fontes Cristãs, e que ele e Oprah estavam a dar-lhes uma “compreensão mais profunda” sobre a sua fé.

     Todavia, Keller, e muitos outros pastores Cristãos começaram a avisar activamente os Cristãos que os ensinos de Oprah e Eckhart não são de forma alguma compatíveis com o Cristianismo. “Oprah está agora a tentar ser um guru espiritual para esta nação,” disse Keller ao aparecer na Fox. “Tristemente, ela está a ser usada como instrumento de Satanás para levar milhões de almas para o inferno com os seus falsos ensinos.”

     Um outro pastor, James A. Smith Sr., escrevendo no Florida Baptist Witness, criticou a “espiritualidade” de Oprah pela sua ênfase no poder do indivíduo para definir a verdade e a realidade, e controlar totalmente a sua própria vida. “O que isto falha em reconhecer é que o homem não define a realidade; o homem não determina o que é a verdade,” escreveu Smith. “A fonte e poder da verdade para as nossas decisões está no único verdadeiro Deus de toda a realidade, sendo Ele que nos comunica verdades plenárias na Bíblia e notavelmente, de modo único, na Sua incarnação em Jesus Cristo.”

     "Oprah, juntamente com outros seguidores da Nova Era, não busca e não está em comunhão com Deus." 

     O articulista do WorldNetDaily, Chuck Norris, escreveu sobre Oprah e A Nova Terra, "A razão da psicologia e espiritualidade de Tolle é tão facilmente comercializada que é uma mistura eclética de sabedoria convencional e não convencional, e das crenças Ocidentais e Orientais, apresentadas de um modo tolerante, não ameaçador, e não sectário. Por outras palavras, é a ‘Religião Luz,’ em que alguém pode ser espiritual com ‘pouca penugem e nenhum crédito.’”

     Norris recomendou que os seus leitores simplesmente se sentassem e lessem a Bíblia, em vez de “A Nova Terra.” “Uma pessoa pode poupar o dinheiro da aquisição do livro  “A Nova Terra”, e posteriormente evitar advertências enganadoras lendo a Bíblia, que apresenta um quadro muito mais compreensivo e eficaz sobre o propósito e métodos da vida, ajudando a vencer os seus obstáculos,” disse Norris.

Veja o video no YouTube da entrevista na Fox a Bill Keller