Porque é que as pessoas se opuseram a Jesus e O quiseram matar? PDF Versão para impressão Enviar por E-mail

Billy Graham Pergunta: Eu comecei a ler a Bíblia todos os dias, e tenho ficado surpreendido com a quantidade de pessoas que se opuseram a Jesus e O quiseram mesmo matar. Não faz sentido, pois deveriam tê-lo recebido bem. Porque é que isto aconteceu? – Srª V.K.

Resposta: Está correta - não faz sentido que algumas pessoas se tivessem oposto a Jesus e até O quisessem matar. Afinal, onde quer que fosse Ele curava os doentes e dava às pessoas esperança para o futuro. Como diz a Bíblia: "… o Qual andou fazendo bem, e curando a todos os oprimidos do diabo, porque Deus era com Ele" (Atos 10:38).

     Mais ainda, imediatamente após o nascimento de Cristo, o Rei Herodes procurou matá-Lo, forçando Maria e José a fugirem para o Egito até à morte de Herodes. Logo que o ministério de Jesus começou, algumas pessoas voltaram-se contra Ele e interrogavam-se se não seria melhor que Ele morresse. Após ter sido preso, o governador Romano, Pôncio Pilatos, cedeu aos clamores da multidão que exigia a morte de Jesus, e condenou-O à crucificação.

     Porque é que algumas pessoas se opuseram assim a Jesus? Um dos principais motivos foi porque tinham receio que tivessem de ceder o controlo das suas vidas a Jesus - e não quiseram tal. Em vez disso, quiseram reger as suas próprias vidas, sem qualquer interferência de Deus. Como as pessoas numa das parábolas de Jesus, disseram em seus corações: "Não queremos que Este reine sobre nós" (Lucas 19:14).

 

     Porque é que algumas pessoas continuam a rejeitar Jesus e não querem nada com Ele? Elas podem apresentar muitas razões - mas muitas vezes a verdadeira razão é simplesmente o facto de não quererem ceder a Jesus o controlo das suas vidas. Não permita que isto seja verdade consigo. Só Ele nos dá esperança – para agora, e para a eternidade.
- Billy Graham


Discurso de Billy Graham em Silicon Valley sobre fé,ciência e tecnologia:
 
 

 
Share |